cuidados com flores e plantas

Que vasos usar em plantas de interior: tipos, tamanho e drenagem

Selecionar vasos apropriados para plantas de interior é muito mais do que apenas escolher um « bonito ». Os vasos de plantas têm uma função mais importante do que apenas ser um vaso de retenção de plantas e usar o caminho certo faz a diferença entre uma planta de casa saudável e uma que está com dificuldades.

Que vasos usar em plantas de interior: Há uma grande variedade de opções em materiais para vasos, tamanhos, estilos e o que você usa depende das preferências e tamanho de umidade da planta. Em geral, use potes de barro e cerâmica não vitrificada para plantas tolerantes à seca que preferem solos de drenagem rápida. Usar plástico, metal ou cerâmica vitrificada para plantas que exigem um ambiente úmido.

A coisa mais importante sobre vasos para plantas de casa é que você entende o impacto que sua escolha tem nas condições de crescimento de sua planta. Você pode adaptar a forma como cuida de suas plantas de casa para se adaptar a praticamente qualquer opção de vaso. Continue lendo para descobrir tudo o que você precisa saber sobre vasos para plantas de interior e descubra algumas ótimas dicas para cultivá-las.

Diferentes tipos de vasos para plantas de interior

Apenas uma caminhada pelo corredor do vaso de plantas no centro de jardinagem local ou na loja de melhoramentos da casa destacará todas as opções disponíveis em contêineres. Você provavelmente encontrará vasos feitos de vários materiais, cores, tamanhos e estilos e, às vezes, escolher o caminho certo pode parecer assustador.

Para garantir que você selecione o melhor vaso para a planta que planeja cultivar, é sempre melhor se familiarizar primeiro com as condições e características culturais preferidas da planta. Isso ajuda na escolha do melhor material, tamanho e estilo para garantir um crescimento vigoroso e sem problemas.

Vamos examinar primeiro os materiais para vasos, os prós e os contras de cada um e como eles afetam as condições de suas plantas.

Materiais comuns para vasos de plantas de casa

Terracota

vasos de terracota para plantas de interior

Em italiano, terracota se traduz em « terra cozida » e os potes são fabricados com uma variedade de materiais à base de argila. Os vasos clássicos de terracota são tipicamente sem vidro e um pouco porosos.

Prós:

  • A cor marrom-avermelhada quente da terracota combina bem com qualquer planta.
    • Vasos vêm em uma ampla gama de tamanhos, de vários centímetros para aqueles que acomodam plantas maiores, como pequenas árvores.
    • O custo dos vasos de terracota varia de muito barato a caro.
    • Boa escolha para plantas que preferem um solo mais seco e bem drenado.
    • Os vasos são mais pesados ​​e estáveis, tornando-os menos propensos a tombar.

Contras:

  • O solo seca mais rapidamente em vasos de terracota sem forro, de modo que as plantas precisam ser regadas com mais freqüência do que se plantadas em vasos não porosos.
    • Vasos de terracota cheios de terra, especialmente os maiores, podem ser extremamente pesados ​​e difíceis de mover. Coloque a panela em um suporte com rolos para facilitar a movimentação.
    • O material é quebradiço e quebra facilmente se o pote cair ou danificar.

De cerâmica

vasos de cerâmica para plantas de interior

Comparados aos vasos de terracota, os vasos de cerâmica são fabricados com materiais de barro que são menos porosos e mais densos. Os vasos são envidraçados por fora e por dentro.

Prós:

  • Os vasos de cerâmica são uma grande variedade de tamanhos, cores e estilos, com alguns decorados de forma elaborada.
  • Os vasos são mais duráveis ​​que a terracota e não quebram com tanta facilidade, durando décadas.
  • O solo em vasos de cerâmica não seca tão rapidamente quanto em terracota.
  • Escolha adequada para plantas que preferem condições de umidade mais consistentes.
  • Panelas são pesadas e estáveis, e menos propensas a tombar.

Contras:

  • Semelhante à terracota, vasos de cerâmica maiores cheios de terra podem ser pesados ​​para se mover. Coloque a panela em um suporte com rolos para facilitar a movimentação.
  • Potes de cerâmica, especialmente os grandes, podem ter um alto preço.
  • Alguns podem não ter orifícios de drenagem no fundo, levando à possibilidade de o solo permanecer muito encharcado. Você pode ter que fazer um buraco no fundo da panela.

Plástico

vasos de plástico para plantas de interior

Os vasos de plástico para plantas de interior oferecem aos jardineiros uma seleção quase infinita de cores e estilos e podem ser parceiros de plantas atraentes, destacando sua beleza e elogiando a decoração de interiores.

Prós:

  • De todos os materiais para panelas, as panelas de plástico são as menos caras.
  • Potes de plástico vêm em uma vasta gama de cores e tamanhos.
  • Potes de plástico são muito leves e não tão pesados ​​quanto cerâmica ou terracota.
  • Eles resistem melhor e não quebram se forem derrubados.
  • O solo permanece úmido por mais tempo.
  • Uma boa opção para plantas que exigem condições um pouco mais úmidas.

Contras:

  • Potes de plástico baratos deixados de fora ao sol podem perder sua cor vibrante, ficar quebradiços e quebrá-los.
  • Como os potes de plástico não são porosos, overwatering pode criar condições de solo muito encharcadas e possivelmente causar problemas de saúde da planta.

De madeira

vasos de madeira para plantas de interior

Para uma aparência natural e um material de construção, você não pode errar com a madeira e isso pode dar a um recipiente de plantio uma aparência rica e cara. Quando fabricados adequadamente a partir de madeiras duradouras, como cedro ou pau-brasil e ferragens de aço inoxidável, os potes de madeira duram anos.

Você também pode fazer vasos de madeira a partir de pinho, mas isso não dura muito, a menos que a pressão seja tratada com produtos químicos que possam ser tóxicos para suas plantas. No entanto, revestir qualquer tipo de panela de madeira com plástico prolongará a vida útil da panela, pois evita danos extensos à água.

Embora seja mais comum na jardinagem de contêineres ao ar livre, as plantadeiras de madeira para ambientes internos podem parecer fantásticas.

Prós:

  • Construir vasos de madeira para atender às suas necessidades específicas em tamanho e estilo é um projeto DIY fácil, que utiliza ferramentas básicas.
  • Você pode manchar ou pintar a madeira para se adequar ao seu gosto específico.
  • Panelas de madeira podem custar consideravelmente menos do que panelas de alta qualidade feitas de cerâmica ou terracota.
  • Você pode fazer uma panela de madeira com vários materiais reciclados, como caixas de madeira, engradados, cestas ou cascas de árvores.

Contras:

  • Para prolongar a vida útil da panela de madeira, é necessário selar periodicamente.
  • A madeira pode se deteriorar após alguns anos, especialmente se um revestimento de plástico não for usado e a madeira permanecer molhada ou o pote for feito de madeira inferior.
  • Dependendo da selagem da madeira da panela, os recipientes de madeira podem ser porosos e o solo secará mais rapidamente.
  • É mais provável que vaze, portanto, você deve usar uma boa bandeja de gotejamento ao usar vasos ou plantadores de madeira em ambientes fechados.

Metal

vasos de metal para plantas de interior

Os vasos de metal para plantas de interior oferecem uma aparência única e podem aumentar a beleza da planta de casa que possuem. Independentemente do seu estilo de design, você pode encontrar um recipiente de metal que o complementa.

Prós:

  • Você pode redirecionar diversos itens de metal para usar como vasos de plantas. Apenas certifique-se de criar um orifício de drenagem inferior.
  • Com a adição de uma planta, os vasos de metal produzem peças atraentes para o interior.
  • Os recipientes de metal usados ​​em ambientes fechados são duráveis ​​e duradouros.
  • Você pode encontrar recipientes de metal em diversos tamanhos e estilos.

Contras:

  • Dependendo do tipo de metal, alguns recipientes de metais podem enferrujar.
  • Recipientes maiores feitos de um metal como o ferro podem ser pesados ​​para se moverem uma vez cheios de terra.
  • A maioria dos recipientes de metal sólido requer orifícios de drenagem instalados na parte inferior.
  • Se colocado em um local consistentemente quente e ensolarado, o recipiente pode aquecer o solo, secando mais rapidamente.
  • O metal não é poroso, portanto o solo permanece úmido por mais tempo, o que pode ser problemático se você tiver uma tendência a excesso de água.

Fibra de vidro

vasos de fibra de vidro para plantas de interior

Os potes de fibra de vidro são feitos da mistura de fibras de fibra de vidro com resina, que acaba formando um recipiente extremamente leve. Isso permite que os vasos sejam transformados em uma variedade quase infinita de tamanhos e formas. Na verdade, você pode até confundir um pote de fibra de vidro com plástico ou mesmo cerâmica.

Prós:

  • Os potes de fibra de vidro são muito duráveis ​​e duram anos.
  • A fibra de vidro é extremamente leve em comparação com cerâmica ou argila.
  • Você tem uma seleção quase infinita de tamanhos, formas e modelos de vasos de fibra de vidro.
  • Não poroso, mantendo a umidade do solo por mais tempo.

Contras:

  • Potes de fibra de vidro podem ser caros.
  • Após anos de uso, a parte externa da panela pode ficar desgastada.
  • Mais frágil que panelas de plástico.

Tamanho e pote do vaso de plantas domésticas

O material do vaso é um fator a considerar ao escolher vasos para plantas de interior, mas o tamanho e a drenagem do vaso também desempenham papéis importantes na regulação do ambiente para suas plantas.

Tamanho do vaso

O tamanho de um vaso em comparação com o tamanho específico da planta da casa pode não parecer tão importante, mas na verdade é extremamente importante. O tamanho do vaso pode fazer a diferença entre uma planta robusta e uma que está em estado crítico.

Vasos pequenos

Provavelmente, é óbvio que você deseja escolher um vaso que complemente o tamanho da sua planta. O uso de vasos para plantas de interior pequenas, em comparação com o tamanho da planta, significa que o solo secará muito mais rapidamente após a rega. Isso pode ser uma coisa boa para plantas tolerantes à seca, mas tornará muito mais difícil gerenciar uma planta que precise de solo sempre úmido.

Além disso, um vaso pequeno em relação ao tamanho da planta significa que ficará mais rapidamente ligado à raiz do que se estivesse crescendo em um vaso com várias polegadas de espaço para crescer. Algumas plantas não se importam em ficar com raízes, outras preferem, mas outras não gostam de condições de aglomeração e isso afetará negativamente o crescimento e a saúde da planta.

  • Plantas como Violetas africanas, Plantas Hoyae orquídeas phalaenopsis preferem ter raízes, tornando um pote relativamente pequeno mais adequado.
  • As suculentas e a maioria dos cactos não exigem muito espaço e preferem condições mais secas que os pequenos vasos oferecem.

Outra consideração é que o uso de um contêiner pequeno demais pode resultar em uma planta pesada e com tendência a cair. Você não só vai acabar com uma bagunça suja no chão, mas também corre o risco de danificar sua planta.

Vasos grandes

É óbvio que quanto maior a planta, maior o vaso que você precisará. Vasos grandes são úteis no cultivo de plantas de interior que são altas e se tornam pesadas demais para impedir que caiam e possivelmente quebrem o vaso e danifiquem a planta.

Vasos maiores para plantas de interior também são úteis se você estiver criando um jardim de contêineres e plantando vários tipos diferentes de plantas juntos. A maior área do solo permite que cada planta desenvolva um sistema radicular adequado.

No entanto, há coisas que você precisa considerar ao usar um vaso que é um pouco maior que a planta que cresce nele.

  • Se você tem tendência a excesso de água, o excesso de solo em vasos grandes permanecerá úmido por mais tempo e poderá resultar em problemas de saúde, como podridão da raiz ou outro doenças de plantas domésticas.
  • Algumas plantas como plantas de aranha, Violetas africanas e lírios da paz prefira ter raízes e não terá o melhor desempenho quando cultivada em uma panela muito grande.

Se você puder responder às seguintes perguntas, poderá selecionar o pote mais adequado para sua planta de casa.

  • A planta prefere condições de solo mais úmidas ou mais secas?
  • A planta prefere ser ligada à raiz?
  • A planta é uma planta suculenta ou cacto que prefere um solo mais seco que drena rapidamente?
  • Com que rapidez a planta cresce e se torna rapidamente pesada

Dica do especialista: No entanto, se você não souber as respostas acima, existem dicas básicas de seleção de vasos que funcionarão para a maioria das plantas e você usará um recipiente de tamanho adequado.

  • Use uma panela com aproximadamente 1 a 2 polegadas a mais do que a panela atual onde a planta está crescendo. Isso ajuda a evitar a possibilidade de condições do solo muito úmidas.
  • Verifique se o vaso selecionado possui muitos orifícios de drenagem para não acabar com o solo alagado.
  • Use uma mistura de drenagem bem drenada para garantir uma boa aeração e drenagem.
tamanhos diferentes de vasos para plantas de interior

Usando cachepots para plantas de interior

O termo “cachepot” é francês e em inglês, traduz-se em “plantador”, que se refere a um vaso decorativo, geralmente sem drenagem do fundo, usado para segurar outro vaso segurando a planta.

Os cachepots são selecionados por sua aparência decorativa e permitem que você use um vaso interno mais adequado para a planta e tenha muito mais liberdade para escolher qualquer estilo ou aparência que desejar para o cachepot externo.

Normalmente, uso um cachepot para a maioria das minhas plantas de interior, pois gosto de combinar o vaso externo com a decoração da minha casa, enquanto ainda posso colocar minhas plantas de casa no recipiente mais adequado. Além disso, o uso de um cachepot não garante pingos ou vazamentos que podem arruinar pisos ou peitoris das janelas. Eu experimentei uma bandeja de gotejamento ocasionalmente cheia no passado e decidi que os cachepots fornecem maiores salvaguardas para as superfícies da minha casa.

Há uma desvantagem no uso de cachepots para armazenar suas plantas de interior. Se você regar suas plantas enquanto estiverem no cachepot, a água escorrerá e se acumulará no fundo do vaso. Se você esquecer de esvaziar o cachepot após alguns minutos, poderá deixar as raízes da sua planta na água. Isso pode significar um desastre, pois não demora muito para que a podridão radicular se estabeleça e você tem uma planta muito doente em suas mãos.

Prefiro levar minhas plantas para a pia quando as regar. Eu as rego completamente enquanto estiver em seus esconderijos, deixe-os descansar por alguns minutos e depois esvazie o cache-cache de qualquer excesso de água antes de substituí-los para os locais normais em minha casa.

É um pouco mais trabalhoso mover minhas plantas para a pia toda vez que elas precisam ser regadas, mas isso significa que sempre lembro de esvaziar o cachepot e evitar grandes problemas.

A importância da drenagem adequada

Para a grande maioria das plantas de interior, o cultivo em solo com boa drenagem é essencial para uma boa saúde e crescimento sem problemas. Parte da solução reside no uso adequado de terra para vasos (consulte este artigo para obter mais detalhes) e parte da solução é garantir que o contêiner escolhido tenha orifícios de drenagem no fundo.

Ao usar recipientes que não drenam o solo permanece úmido por períodos mais longos, porque não há lugar para a água extra escapar. Isso pode levar a condições de solo encharcado, que muitas plantas de interior não conseguem tolerar, especialmente por longos períodos.

Quando existem orifícios de drenagem e você rega completamente a planta, a água corre pelo solo adicionando umidade e a água restante é drenada pelo fundo da panela. Isso permite que o sistema radicular fique molhado, o solo fica úmido, não saturado e encharcado, o que resulta em uma planta próspera.

As pessoas que tendem a excesso de água provavelmente terão problemas ao crescer em vasos sem drenagem do fundo. Os possíveis problemas associados a vasos sem drenagem incluem:

  • Podridão da raiz isso muitas vezes leva à morte da planta.
  • As condições do solo úmido estimulam doenças e algumas pragas.
  • Os sais de fertilizantes não podem ser lavados do solo, resultando em queimaduras de folhagem.
  • As condições do solo encharcado reduzem a oxigenação do solo e das raízes, essencial para o crescimento saudável das raízes e plantas.

Geralmente, evite cultivar plantas de interior em recipientes sem orifícios de drenagem a todo custo. Há certas situações em que é possível, mas é sempre um ato de equilíbrio cuidadoso.

Os terrários são uma exceção notável, onde a falta de orifícios de drenagem é normal. Fazer e cuidar de terrários abertos e fechados é muito divertido e eles podem fazer maravilhosas exibições visuais em sua casa. Eu escrevi artigos separados sobre terrários abertos e terrários fechados que você pode gostar de ler.

Dica do especialista:

Se o seu pote desejado não tiver orifícios de drenagem no fundo, você ainda poderá utilizar o recipiente com segurança adicionando os orifícios. Dependendo do material da panela, você pode fazer furos no fundo da panela, criá-los cuidadosamente perfurando o fundo com um abridor de latas ou uma chave de fenda.

Protegendo as superfícies contra danos causados ​​pela água

As plantas em vasos podem acrescentar beleza e interesse aos seus espaços internos, mas a água que vaza do fundo da panela pode danificar superfícies como a madeira. Mesmo que a superfície em particular não sofra danos devido ao vazamento do pote, você fica com a limpeza de uma bagunça molhada toda vez que rega.

No entanto, várias opções capturam a água de drenagem e resolvem o problema. Existem opções que você pode comprar especificamente projetadas para pegar água, além de coisas criativas que você provavelmente encontrará em casa para resolver o problema.

Alguns dos itens que você pode utilizar para evitar que a água de drenagem cause danos ou crie uma bagunça incluem:

  • Muitos tipos de vasos para plantas de interior vêm com uma bandeja de captura ou gotejamento inferior, anexada ao vaso ou separada.
  • Use um cachepot para segurar seu vaso de plantas. Apenas certifique-se de esvaziar a água acumulada do cachepot quando o seu vaso de plantas parar de drenar.
  • Use um tapete absorvente de água para colocar a panela.
  • Reutilize as tampas dos recipientes de plástico para sentar sob o vaso de plantas para pegar água.
  • Sente a planta em vaso em cima de um prato de piquenique de plástico colorido.
como escolher vasos para plantas de interior

Dicas básicas para plantar plantas em vasos

Em seguida, vem a parte divertida de plantar sua planta ou plantas no recipiente apropriado que você selecionou. Algumas dicas básicas a serem lembradas incluem:

  • Use vasos para plantas de interior que são apenas uma polegada ou duas maiores que o recipiente atual em que a planta está crescendo. Isso ajuda a reduzir o risco de excesso de água.
  • Plante sua planta apenas o mais profundo que estava originalmente em seu viveiro. Plantar muito fundo coloca um estresse indevido na planta, afetando seu crescimento.
  • As misturas para envasamento são mais leves que a maioria dos solos, que podem permanecer muito pesadas e não drenar adequadamente, resultando em solo encharcado.

Plantando várias plantas de casa em uma panela

Não há dúvida sobre isso, jardins de contêineres com várias plantas podem ser uma coisa bonita em ambientes fechados, especialmente quando destaca cores, texturas e hábitos de crescimento diferentes. Eles também oferecem opções para projetar o contêiner para atender aos seus gostos particulares em design.

No entanto, há fatores importantes que você precisa considerar antes de começar a misturar diferentes plantas no seu recipiente. Eles podem significar a diferença em um jardim de contêineres que exibe um crescimento robusto e um que parece doentio.

A regra número um na criação de um jardim de contêiner interno próspero é garantir que você misture plantas que tenham os mesmos requisitos para um bom crescimento. Esses requisitos semelhantes incluem:

  • Requisitos de luz semelhantes
  • Requisitos de água semelhantes
  • Requisitos de solo semelhantes
  • Requisitos de temperatura semelhantes

Você só terá problemas se adicionar uma planta que goste do lado seco, com uma que prefira o solo constantemente úmido. Da mesma forma, você não deseja misturar uma planta que cresça melhor em uma área mais escura da casa com uma que prefira a luz solar direta.

Além disso, não coloque tantas plantas juntas, pois não há espaço para um novo crescimento. É melhor deixar vários centímetros entre cada planta, o que permite um novo crescimento. Lembre-se, à medida que as plantas crescem, todas as áreas nuas no interior do jardim são preenchidas.

Dica do especialista: Para obter a melhor aparência, ao projetar seu jardim de contêineres interno, coloque suas plantas mais altas no centro e depois trabalhe da mais alta para a mais curta. Dá ao recipiente uma aparência mais equilibrada.

Para um apelo atraente, misture plantas com diferentes texturas e formas de folhas, bem como diferentes cores de folhagem.

Para cestos pendurados, use uma planta com crescimento vertical no centro do contêiner e adicione uma planta que se espalhe pelo lado próximo às bordas.

Sinais que você precisa repot sua planta de casa

Todas as plantas que crescem em um vaso precisam de repotting de uma só vez ou de outra e geralmente por uma ou duas razões. Você precisará atualizar o solo antigo de vez em quando, o que atualiza os nutrientes necessários para o crescimento saudável da planta.

Outro motivo, e possivelmente o mais importante, é repotting uma planta que está superando seu recipiente. Os sinais de que sua planta provavelmente está superando o atual contêiner incluem:

  • Raízes que crescem para fora dos orifícios de drenagem inferiores.
  • A água escorre imediatamente dos orifícios de drenagem do fundo da panela.
  • Recipientes flexíveis como os de plástico podem desenvolver repentinamente um lado abaulado.
  • Ao atualizar o solo, se você notar que o sistema radicular está começando a se embrulhar e está ocupando a maior parte do espaço alocado dentro do contêiner.

A menos que a planta específica prefira um ambiente ligado às raízes, permitir que a planta permaneça crescendo nas raízes em seu recipiente pode ter efeitos negativos.

Uma vez que as raízes começam a se envolver extensivamente, a planta pode nunca exibir crescimento normal, mesmo quando repotada e as raízes cortadas. Pode nunca atingir seu potencial em tamanho.

Dica do especialista: Se você repotting uma planta e perceber que as raízes estão extremamente unidas ou começando a embrulhar, você pode separá-las suavemente com as mãos ou cortá-las cuidadosamente para que elas cresçam retas.

Ao fazer qualquer tipo de poda de plantas, sempre use lâminas de ferramentas esterilizadas para não transferir acidentalmente uma doença para ela. Isso é facilmente realizado limpando as lâminas da ferramenta com álcool.

Leia este artigo para obter mais detalhes sobre como repotir plantas de casa.

Usando vasos em espaços internos

Sua casa deveria ser o seu santuário, onde você encontra um ambiente pacífico e relaxante. É também um lugar que reflete seu gosto em design e estilo. Não importa qual seja o seu estilo de design ou se você acha que não tem um, a adição de plantas de interior pode ter um impacto positivo em sua casa, criando um ambiente interessante e pacífico.

Você tem várias opções para exibir sua vegetação dentro de casa, desde mesas, prateleiras, estantes e estantes de plantas, vasos de parede a vasos pendurados no teto ou vigas.

Seja para um visual tropical exuberante e verde ou para um estilo mais boêmio, os vasos de plantas podem satisfazer seus desejos e aspirações. Algumas idéias de design usando seus vasos de plantas incluem:

  • Preencher um espaço interno com várias plantas suspensas penduradas em cabides decorativos adicionará uma sensação natural a qualquer ambiente.
  • Elogie seu estilo de design usando cachepots decorados para suas plantas de casa.
  • Usando uma combinação de cachepots, suportes de plantas ou mesas, coloque seus vasos de plantas por uma escada.
  • Preencha espaços em estantes, peitoris de janelas e mesas com plantas de tamanho adequado, para criar uma sensação orgânica em sua casa.
  • Use plantas mais altas e plantadores para destacar suas plantas e elogiar sua decoração e móveis.
  • Use vários tamanhos e estilos de contêineres misturados em um único local, colocando os mais altos na parte de trás e os menores na frente.

Qualquer que seja o seu gosto pelo design ou pelas plantas, há algo como vasos e plantas que preencherão seu espaço interno com uma beleza viva. Contanto que você goste ou não de sua planta específica, poderá facilmente selecionar um contêiner mais adequado para um bom crescimento.

Com tantas opções de vasos para plantas de interior, desde a planície até decoração elaborada, basta adicionar algumas preenchidas com plantas ao seu espaço interno para garantir uma vibração natural e relaxante.

Tags

Articles similaires

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Bouton retour en haut de la page
Fermer
Fermer